quarta-feira, 15 de fevereiro de 2017

Conto O CARNAVAL NA FLORESTA




O CARNAVAL NA FLORESTA

O guarda da floresta teve uma ideia excelente: agora que o Carnaval estava se aproximando, ia enviar um convite a todos os animais do bosque para fazerem um grande baile… mas todos teriam que vir disfarçados!
O Caracol também estava convidado, mas não sabia como se disfarçar! Enquanto pensava, ia caminhando… devagarinho, como sempre, até que encontrou uma Borboleta que lhe disse:
- Olá Caracol! Você também vai ao baile de Carnaval? E de que você vai se disfarçar?
- A minha roupa é a minha casa, por isso não posso tirá-la para vestir outra! E você também não, amiga Borboleta! -respondeu-lhe o Caracol.
- Mas nem sequer me queira comparar com você! Não vê as minhas asas tão bonitas? Eu nem sequer preciso de usar um disfarce…  - respondeu a Borboleta.
- Agora você, que não é assim bonito como eu, claro que tem que se disfarçar!
- Deixa-me, convencida! Você tem a mania de achar que é bonita, mas você é uma grande vaidosa! Irei ao baile como quiser, não é nada contigo! - respondeu zangado o Caracol.
A Borboleta foi embora, voando de flor em flor e deixando o Caracol triste e pensativo…
Por sorte, passou por aquela floresta um duende. Ao ver o Caracol tão pensativo e triste, perguntou-lhe o que se passava.
Então o Caracol contou-lhe a conversa da Borboleta.
- Não vou poder ir ao baile… não posso me disfarçar!
- Não acho - disse o duende - eu tenho uma ideia e vou tornar você lindo como o sol.
O duende foi buscar um balde de tinta amarela e um pincel. Então, começou a pintar a concha do Caracol de amarelo.
Quando terminou, o Caracol chegou à beira do lago e viu o seu reflexo na água.
- Você vê? És um caracol, mas estás tão bonito que pareces um sol!
- Oh! Obrigada duende, que maravilha de disfarce! - agradeceu o Caracol.


Acesse acima para conhecer as atividades cujo tema é CARNAVAL









Nenhum comentário:

Postar um comentário