Texto de Natal - O NATAL SURPREENDENTE DE CAROLINA E DE BIANCA, de Elisângela Terra

Num lugar bem distante, onde a neve caía e o frio era congelante, vivia a pequena e esperta Carolina.
Era época de Natal, quando tudo aconteceu. Da janela de sua casa, via-se lá longe, nas montanhas, o branco da neve, que caía, deixando tudo mais bonito.
Carolina gostava de brincar na neve com seus irmãos. Era festa o que eles faziam, jogavam bolinhas de neve uns nos outros, faziam um boneco de neve, enfim, era uma alegria contagiante.
A casa de Carolina estava toda enfeitada. Na sala, junto à lareira Carolina e seus irmãos haviam colocado as meias com seus pedidos. Uma linda árvore de Natal havia sido montada por toda a família.
À noite, Carolina amava sentar junto à lareira com sua família, enquanto os seus pais contavam as histórias de quando eles eram crianças. Eles também cantavam e rezavam antes de dormir.
Já era véspera de Natal e estavam todos ansiosos... A família de Carolina estava esperando os seus avós que vinham de um lugar bem distante. Onde o vovô e a vovó de Carolina moravam, o sol brilhava forte e os dias eram quentes, a chuva caía quase todo dia. O frio nem chegava perto! Carolina amava visitá-los...
Carolina e seus irmãos brincavam na sala, enquanto mamãe preparava o jantar. Papai havia saído para buscar o vovô e a vovó, no aeroporto. De repente, ouviram um barulho que vinha lá de fora. As crianças abriram a porta bem depressa, pois pensaram que eles haviam chegado e, tiveram a maior surpresa, quando viram uma menina, chorando sozinha, sentada na beira da calçada.
Carolina saiu correndo, ela perguntou para a menina porque ela estava chorando. A menina estava assustada e contou à Carolina a sua triste história. Sua família estava passando por muitas dificuldades. Eles não tinham o que comer. A menina havia se perdido da sua família, quando eles saíram para pedir ajuda.
Carolina levou a menina para dentro. O nome dela era Bianca. Eles embrulharam Bianca em um cobertor bem quentinho, puseram-lhe perto da lareira e deram-lhe de comer. Quando papai chegou com vovô e vovó, foi uma festa muito grande.
Mamãe contou para papai toda a história de Bianca. Então, depois deles conversarem, eles tomaram uma decisão surpreendente. Os dois saíram de carro, mas não demoraram muito para voltar.
De repente, ouviu-se um latido. Bianca levou um susto. Ela conhecia aquele latido. Era Piteco, seu cachorrinho. Mas como ele havia chegado lá? E, qual não foi a sua surpresa, quando viu entrar na sala seus pais e irmãos. Bianca abraçou-os e contou o que havia acontecido, em meio ao choro seu e de sua mamãe.
Bianca queria saber como eles haviam descoberto onde ela estava e a sua mamãe, contou-lhe. Além de convidá-los para passar o Natal com sua família, o papai de Carolina fez uma proposta de trabalho ao papai de Bianca.
Todos estavam tão felizes. A família de Bianca estava esperançosa de dias melhores e agradecida por tudo de bom que havia acontecido neste Natal. A família de Carolina, também, estava feliz por ter feito uma caridade tão grande, ajudando a uma família que necessitava muito do olhar compreensivo e caridoso de outras pessoas.

Elisângela Terra 





Clique AQUI  e conheça mais histórias




Comentários

Postagens mais visitadas deste blog