domingo, 8 de janeiro de 2017

2º ANO CANTIGA DENGUE, NÃO!


-      Propor às crianças trabalhar com a cantiga Dengue não!. Para isso:
·        você deverá apresentar o cartaz, que contém está cantiga, ilustrado, para que as crianças possam observá-lo silenciosamente;
·        falar o que acham que diz o texto, observando-se, somente, a ilustração;
·        dizer que tipo de texto é este;
·        caso elas não saibam, dizer que é uma cantiga;
·        verificar se elas conhecem outras cantigas;
·        pedir a elas que leiam o texto silenciosamente;
·        comentar, demonstrando o que entenderam deste;
·        você deverá realizar a leitura, apontando para cada uma das palavras enquanto lê;
·        todos deverão ler e, a seguir, cantar juntamente com você;
·        pedir as crianças que contem o que diz este texto;
·        verificar o que elas sabem sobre a dengue;
·        falar para elas que iremos aprender muito sobre a dengue para que possamos ensinar outras pessoas a cuidar melhor do lugar onde mora, para que possa evitar esta doença.


Cantiga DENGUE, NÃO!

-      Em um segundo momento, ao receber a folha xerocada, que contém a cantiga Dengue não!, as crianças deverão:
·        dizer o que ele representa (a letra da cantiga igual a do cartaz);
·        pedir as crianças que leiam juntamente com você o título da marchinha, no cartaz;
·        conversar sobre os dois suportes usados pelo gênero textual cantiga: cartaz e folha sulfite;
·        na folha xerocada, elas deverão localizar o título;
·        perguntar para elas porque elas que foi usada uma letra diferente, ao escrever o título, do restante do texto;
·        falar para as crianças que o título também faz parte do texto;
·        pedir a elas que contem o número de palavras do título para colorir os quadrinhos na quantidade encontrada;
·        separar as palavras, usando-se um risco;
·        colocar a lista da turma no quadro de giz ao lado da cantiga;
·        verificar quais palavras começam com a mesma sílaba do nome das crianças da turma, colorindo a sílaba de amarelo;
·        fazer o mesmo com os demais versos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário